sábado, 2 de junho de 2018

CLUBE DESPORTIVO DE PORTUGAL

O "CLUBE DESPORTIVO DE PORTUGAL" é um clube desportivo criado no ano de 1925 na freguesia portuense do Bonfim. Os seus jogos em casa são efetuados no Campo Rui Navega ao lado da Estação Ferroviária do Porto/Campanhã, que tem capacidade para sensivelmente dois mil espectadores. Presentemente o clube terá cerca de quinhentos e cinquenta sócios pagantes e envolve oito dezenas de atletas em todos os escalões  desde juvenis a seniores. O equipamento usual é constituído por camisola amarela e calções e meias azuis.
Do interior do perímetro ferroviário do Porto/Campanhã, 
vista geral do campo Rui Navega utilizado nos jogos em
casa pelo Clube Desportivo de Portugal.

SEMINÁRIO DOS MENINOS DESAMPARADOS

O "SEMINÁRIO DOS MENINOS DESAMPARADOS" é o local onde presentemente funciona o "Centro Juvenil de Campanhã". Trata-se de uma instituição de apoio a menores em risco ou com famílias disfuncionais que funciona em regime de internato. A sua fundação deu-se no ano de 1814 pela mão do Padre José de Oliveira. Com  efeito, este ao aperceber-se das condições miseráveis em que iriam ficar muitas crianças que haviam perdido os seus progenitores no desastre da Ponte das Barcas, aquando da segunda invasão francesa, resolveu criar uma instituição que trouxesse algum bem estar áqueles inocentes vítimas indiretas de uma guerra. Inicialmente foi a sua própria casa que serviu de abrigo, mas dada a necessidade de maior espaço, foram alugadas umas instalações na Rua do Almada que serviram até à transferência para o edifício que pertencia ao cabido da  Sé, a Torre da Marca, junto ao então Palácio de Cristal. Por último as instalações passaram a título definitivo para o local onde se encontram em nossos dias, a "Quinta do  Pinheiro" na freguesia de Campanhã, em 30 de abril de 1863.
O edifício em questão. Fotografia tirada do perímetro ferroviário da
estação do Porto/Campanhã, que já se chamou de Pinheiro.
 

sexta-feira, 1 de junho de 2018

PRAIA DO RIBATEJO

* Sim, estamos perante uma praia fluvial do rio Tejo. PRAIA DO RIBATEJO é uma freguesia que integra o concelho de Vila Nova da Barquinha, que tem a área de 20,24 quilómetros quadrados, ocupada em permanência por cerca de mil e setecentos habitantes, o que nos transporta à densidade populacional de oitenta e quatro habitantes/quilómetro quadrado. Até ao ano de 1920 a sua designação era "Paio de Pele". É no seu território que se situa o Castelo de Almourol.
A nível ferroviário, a sua área total está servida pelas estações da Praia do Ribatejo/Constância, de Almourol e pelo apeadeiro de Tancos.
A correta designação do edifício ferroviário é "Praia do Ribatejo/Constância". 

Temos a praia com o seu areal.

Adicionar legenda


Em cima do viaduto ferroviário que atravessa uma parte do areal.

VAGÕES HCCERRS

* Estas letras todas, mesmo as repetidas, referem-se a uma série  vagões que já não circulam nas linhas nacionais, mas que prestaram ótimos serviços e que o diga a "Auto Europa", pois eram eles que transportavam os vários modelos que saíam da fábrica de Palmela, nomeadamente os "Volkswagen".
 A série em questão foi fabricada na Alemanha pela "Wagonfabrik Gebr" no ano de 1943, mas foram modificados nas oficinas da "EMEF" portuguesa no decorrer do biénio 1993/1994. Podiam atingir a velocidade máxima de cem quilómetros/hora  e tinham uma tara (peso em vazio) de trinta e três toneladas, com um poder de carga máxima de vinte e duas toneladas. A área bruta correspondia a oitenta metros quadrados. A sua função era, exclusivamente, o transporte de veículos ligeiros montados em território nacional exemplo da "Opel", da "Citroen" e da "VW". Estavam equipados com uma porta de correr no meio de cada um dos vagões. A curiosidade era que cada marca correspondia a uma côr diferente, exemplo branco ou verde azeitona.
São apenas dois mas estão historicamente conservados no perímetro
museológico do Entroncamento.

quinta-feira, 31 de maio de 2018

ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DE CAXARIAS-FÁTIMA

* Trata-se de uma infraestrutura da linha do Norte, na qual se localiza ao ponto quilométrico (PK.) 139,011, sendo o acesso efetuado pelo Largo da Estação. È servida pelas composições "intercidades", "inter-regionais", "regionais" e pelas internacionais "Sudexpresso" e "Comboio Lusitânia Hotel". Encontra-se provida de bilheteira, sala de espera, lavabos, acesso a cadeiras de rodas para deficientes, elevadores, aparcamento automóvel, praça de táxis e instalações sanitárias adaptadas a pessoas com deficiência.
Além de duas linhas de topo e das linhas onde podem ser efetuadas manobras, possui três vias de circulação com os comprimentos a variar entre os setecentos e seis (706) e os seiscentos e setenta quatro (674) metros, com as plataformas a terem de extensão duzentos e cinquenta (250) e cento e oitenta nove (189) metros e a altura única de noventa (90) centímetros. Entrou ao serviço comercial em 22 de maio de 1864 pela então "Companhia Real dos Caminhos de Ferro Portugueses".
* CAXARIAS é uma freguesia desde 09 de junho de 1947 e uma vila desde junho de 1995 que integra o concelho de Ourém. É constituída por vinte lugares e atravessada pelo rio Tomarel. Tem a área total de 20,25 quilómetros quadrados ocupada em permanência por cerca de dois mil cento e sessenta pessoas de ambos os sexos, o que nos conduz à densidade populacional de cento e sete habitantes/quilómetro quadrado.
Ao pôr do sol, frontaria do edifício ferroviário!